sexta-feira, 24 de agosto de 2012


Nós nos desequilibramos por duas causas:




1. Quando colocamos nossas expectativas na parte

externa, ou seja, colocamos a nossa felicidade 

dependendo de fatores externos: já seja o amor ou a 

atenção do nosso companheiro(a), nos nossos filhos, 

dos nossos amigos; ou em algum objeto de desejo: a 

bolsa, a casa, o filho, o casamento, etc. Buda já 

dizia: "a causa do sofrimento humano é o desejo", no 

entanto em muitas ocasiões colocamos nossa 

felicidade nas mãos de um pessoa, de um objeto, de 

uma situação determinada. Ao fazer isso, nos 

colocamos em uma situação muito vulnerável já que 

dependemos de algo que está fora de nós e que não 

podemos controlar. Nós damos muito poder ao fato 

de que se obtemos a atenção e o amora de alguém 

ou o objeto de nosso desejo, vamos ser felizes.



2.A segunda causa do desequilíbrio é quando 

colocamos nossa energia só em uma área da vida: 

"Quem sabe estamos colocando toda a nossa energia 

na família ou no trabalho e estamos deixando de lado 

outras áreas.



Como nós podemos voltar ao nosso equilíbrio?


Aqui a proposta é fazer o Mapa Mental da Felicidade

uma reflexão sobre em que estamos colocando nossa 

energia.




Como fazemos esse Mapa da Felicidade?


Para fazer o Mapa, há dois requisitos:





1. Tomar a responsabilidade de nossa vida.

Sempre podemos mudar a perspectiva de onde 

estamos vivendo a vida, sobre tudo se reconhecemos 

o fato de que a única constante é a mudança. Não 

temos porque ficarmos onde estamos se não estamos 

confortáveis ali.



2. Aprender a dizer NÃO a outras coisas para dizer 

SIM a você mesmo.

Reconheça quantas vezes você diz sim aos outros por 

puro compromisso, quando, em realidade, o que 

você queria era fazer outra coisa. Atreva-se a dizer 

NÃO para dizer SIM ao que você quer.




Fazendo o Mapa da Felicidade.


Em uma folha de papel em branco, desenhe um 

círculo e dentro dele escreva EU SOU FELIZ. Agora, 

saindo do círculo, desenhe sete linhas projetadas 

para fora e me cada uma delas escreva os diferentes 

aspectos do ser e em cada uma delas você vai 

colocar as atividades que você pode fazer para 

melhorar esses aspectos. Em cada linha você vai 

escrever:



Relacionamento amoroso

Amigos, familiares...

Mente em equilíbrio 

Cuidado com o corpo


Cultivando o espirito

Tempo livre e entretenimento

Trabalho




O seu Mapa vai ficar parecido a um sol.



Em baixo de cada um desses aspectos, descreva, de preferencia com três ou cinco palavras como você pode melhorar esses aspectos. Por exemplo, em cultivando o espirito, você pode colocar: medito diariamente; em cuidado com o corpo: dou tempo para o meu descanso. Ao fazer esse exercício, em primeiro lugar você vai descobrir quais são as atividades que te fazem feliz e em segundo lugar de que forma você pode encontrar o equilíbrio na sua vida para que todos os aspectos que conformam o complexo do ser (corpo, mente, espirito, sentido, emoções) estejam balanceados e assim você aprende a estar bem.


Cada vez que seja necessário, consulte o seu mapa e faça mudanças ou um novo sempre que for preciso. A ideia deste mapa é que cada vez mais você recupere o seu poder como ser humano e pouco a pouco descubra a felicidade que existe quando você não coloca a sua felicidade nas mãos de ninguém e toma a responsabilidade da sua própria vida.


Extraído e traduzido de  Espacio Yogi Bhajan Kundalini Yoga C.D.E_Py

Um comentário:

  1. gostei do mapa da felicidade tenho que por em prática ...
    beijs

    ResponderExcluir